Mais um a meu favor #222: Giraffas, sobe-desce e alma da arte
RPNV 2016 #10: quem foi ou não eleito?
AMQCM #54: Hardwired… To Self Destruct (2016), por Metallica | Álbuns
NNL Indica #3: dicas para acompanhar tudo sobre Chespirito e Dragon Ball Super no Brasil
Eventos massa™ #2: Brasil Game Show 2016 | NNL em eventos
O pior porre da minha vida | Casos Pessoais
Janela de dicas #25: como remover o Warsaw completamente do seu Windows | Macetes
Nos Fragmentos do HD #15: os 10 anos do AE KASINÃO
Avulsos #4: Tanglewood para Sega Genesis / Mega Drive | NNL Games
Crunchyroll: saiba como ter acesso Premium+ por 48 horas

AMQCM #41: Black Sabbath com Ian Gillan, do Deep Purple (Born Again) | Álbuns

Muitos conhecem o Black Sabbath com Ozzy Osbourne nos vocais, porém o “matador de morcegos” saiu da banda no fim dos anos 70, após o Never Say Die (1978). Para seu lugar, foi chamado nada Deixe de preguiça e leia o resto. →

Black Sabbath, novo álbum e 13 | Me dê ibagens

Tweetar A expectativa cresce quanto ao lançamento do novo álbum do Black Sabbath com a formação clássica desde Never Say Die (1978). Se por um lado o álbum marca de forma definitiva a volta de Deixe de preguiça e leia o resto. →

AMQCM #20: bateristas nos vocais | Gêneros

Tweetar #373 Depois de solos de bateria, está na hora de ver os bateristas assumirem os vocais, por alguns instantes. Pink Floyd – Merry Xmas Song (por Nick Mason, gravado em uma rádio, em 1975) Deixe de preguiça e leia o resto. →

AMQCM #15: instrumentais | Gêneros

Tweet #318 Uma edição sem vocais, sem letras, sem estrofes, sem refrões. Apenas instrumentos. Boogie Man – Aerosmith (Get A Grip, 1993) Break Out – Black Sabbath (Never Say Die, 1978) Black Mountain Side – Deixe de preguiça e leia o resto. →

Mais um a meu favor #14: Cracolândia, Pudo e imagem quebra-regras

Tweet #267 Olá, pessoas de bem. Hoje tem mais uma coluna a meu favor, e uma dica musical. Street View mostrando a Cracolândia: http://notnowlucas.tumblr.com/post/23065076017/cracolandia-sao-paulo-brazil => um serviço bem útil do Google Maps é o Street Deixe de preguiça e leia o resto. →