Formula M e a entrada de Metal Sonic em Team Sonic Racing | Live Streams #51
RPNV 2016 #10: quem foi ou não eleito?
AMQCM #54: Hardwired… To Self Destruct (2016), por Metallica | Álbuns
NNL Indica #3: dicas para acompanhar tudo sobre Chespirito e Dragon Ball Super no Brasil
Eventos massa™ #2: Brasil Game Show 2016 | NNL em eventos
O pior porre da minha vida | Casos Pessoais
Janela de dicas #25: como remover o Warsaw completamente do seu Windows | Macetes
Nos Fragmentos do HD #15: os 10 anos do AE KASINÃO
Avulsos #4: Tanglewood para Sega Genesis / Mega Drive | NNL Games
Crunchyroll: saiba como ter acesso Premium+ por 48 horas

Cicarelli, YouTube e a origem desta coluna | Nos Fragmentos do HD #19

#1163
#100 1000 1011 (binário)
#48B (hexadecimal)
#2 213 (octal)

Finalmente, depois de quase 6 anos, acontece o tão aguardado revival de Nos Fragmentos do HD. No dia 20/07/2013, ia ao ar, na versão antiga do Underbits, o piloto desta coluna, onde relembramos a treta entre Daniella Cicarelli e YouTube. Este post especial é possível graças a Alvaro Vasconcelos, que conseguiu recuperar parte dos posts daquela época do UB. Confira a gênese de NFDHD a seguir.

Os leitores que andam acessando (sim, há gente que lê o UB) devem ter percebido o “ritmo lento” neste lindjo site. Ele se deve a falta de coisas interessantes nos momentos atuais, mas veio um estalo e lembrei de um ocorrido em um tempo não muito distante: a polêmica com Daniella Cicarelli e o YouTube fora do ar. Lembrando que o “Nos Fragmentos do HD” é apenas um piloto e não há previsão de artigo semelhante.

Tudo começou quando o paparazzo espanhol Miguel Temprano flagrou e filmou Cicarelli e seu namorado na época, o empresário Renato Malzoni Filho, em cenas calientes – ou seja, fazendo sexo – em uma praia da Espanha, em setembro de 2006. O vídeo foi parar no YouTube e, claro, não agradou nem um pouco os ex-pombinhos. Eles entraram com ação judicial contra os sites que veicularam as imagens, entre eles as Organizações Globo, o iG e contra o próprio YouTube.

Cenas calientes entre Daniella e Renato.

No frenesi de toda esta situação, o desembargador Ênio Santarelli Zuliani, expediu uma liminar que não só apagou o vídeo – espalhado por vários usuários – como determinou o bloqueio do YouTube por conta disso no Brasil, no início de janeiro de 2007. Apesar de Ênio ter revogado a proibição ao site (depois de dois dias fora do ar), um protesto ocorreu na porta da MTV contra Cicarelli – à época, empregada da emissora -, com a alegação de estar havendo censura na internet e de que a modelo estaria se promovendo com a polêmica. Depois de tudo isso, Cicarelli tirou o dela da reta, afirmando que o objetivo da ação era apenas tirar as imagens picantes do ar e se tornou uma das bandeiras contra a censura na rede (pelo menos por algum tempo).

O caso se tornou meme instantaneamente.

E este foi o “Nos Fragmentos do HD”, relembrando os dias em que o maior site de vídeos do mundo ficou fora do ar no Brasil por conta de um vídeo. Caso houver outro causo tecnológico esquecido e quiser ajudar, comente para mais artigos desta natureza.

Por: Not Now Lucas

The following two tabs change content below.

notnowlucas

São Paulo - SP
Formado em Informática e antenado no universo da tecnologia, gosto de escrever sobre tudo que me convier. Possuo um Nokia Lumia 730 e não gosto que caçoem de mim.