Mais um a meu favor #220: traquinagens, quebra-dedos e vomitório

#860
#11 0101 1100 (binário)
#35C (hexadecimal)
#1 534 (octal)

Estamos chegando com aquele conteúdo estupidificado que só nossa produção sabe proporcionar. Sem demora, vamos ver a seleção desta semana.

Como ser criança do jeito errado.

Criança é curiosa por natureza e sempre quer aprontar, conhecer seus limites. Às vezes, as traquinagens não dão muito certo e todo cuidado com ela é pouco.

Como ser criança do jeito certo.

Se existem crianças que não se dão bem por serem sapecas, outras conseguem alcançar seus objetivos por serem justamente assim. O poder da mamadeira nunca falha.

A capacidade de quebrar dedos.

Existem habilidades especiais que apenas poucas pessoas conseguem executá-las. Além da famosa saudação de Star Trek, exstem uma chamada “quebra-dedos”. Se o praticante não quebrar todos os dedos, significa que ele é um predestinado.

O item indispensável.

Bares e locais especializados em vendas de bebidas alcoólicas tem o item ideal para os que passam dos limites: o vomitório. Assim, as ressacas se tornam menos traumáticas.

Uma rivalidade inusitadas.

Gatos já têm uma rivalidade para chamarem de sua: contra os cães. Mas, seres aracnídeos, mesmo os robóticos, querem se tornar o principal terror felino.

Este é o final de mais um MUAMF. Para mais, clique em um dos posts abaixo ou procure por mais no NNL.

Encontramos-nos na próxima segunda com mais estupidificação. Até.

Por: Not Now Lucas

The following two tabs change content below.

notnowlucas

São Paulo - SP
Formado em Informática e antenado no universo da tecnologia, gosto de escrever sobre tudo que me convier. Possuo um Nokia Lumia 730 e não gosto que caçoem de mim.