O fim da dupla improvável – Crash Twinsanity #12 [Finale] | Séries
RPNV 2016 #10: quem foi ou não eleito?
AMQCM #54: Hardwired… To Self Destruct (2016), por Metallica | Álbuns
NNL Indica #3: dicas para acompanhar tudo sobre Chespirito e Dragon Ball Super no Brasil
Eventos massa™ #2: Brasil Game Show 2016 | NNL em eventos
O pior porre da minha vida | Casos Pessoais
Janela de dicas #25: como remover o Warsaw completamente do seu Windows | Macetes
Nos Fragmentos do HD #15: os 10 anos do AE KASINÃO
Avulsos #4: Tanglewood para Sega Genesis / Mega Drive | NNL Games
Crunchyroll: saiba como ter acesso Premium+ por 48 horas

Ciclos, controle médico escolar e Informática | Casos Pessoais

#488
#111101000 (binário)
#1E8 (hexadecimal)
#750 (octal)

A vida é feita de muitos fatores, e um destes determinantes são os ciclos, sejam das fases de um ser humano (já sabidos), sejam de escolhas feitas, entre outros. Eles vem e vão rapidamente, mas a maneira como são vividos faz diferença.

A data factual de 23/07/2012 foi o pontapé inicial necessário para minha vida: o início de uma misturas de emoções, de máquinas, linguagens de programação e os prazeres entre aulas. Pessoas passaram (mais de 40) em um calor humano típico de começo de curso. Não houve demora para a formação de grupos de colegas.

A alegria durou para nós, 32 felizardos, que passaram pelo teste do site – falando em bom português e inglês, com a devida organização empresarial. Chega o 2º terço da caminhada, o desânimo bate. O “mero site muito mentiroso” (com HTML, CSS e JavaScript) se juntou a um software Java e documentações relativas (UML, modelagem de processos e, claro, o banco de dados). Pelo visto, o controle médico escolar (junção apenas aleatória dos projetos de término de módulo) fez muitas vítimas – exatos 50%, ou 16, como prefiram.

O círculo foi se formando e fechando – no médico escolar apenas -, a aproximação entre os integrantes da turma foi inevitável, para bem ou para mal. O último passo da caminhada trouxe adicionais: C#, Android, ASP, PMBOK, Segurança, Manuais – sem deixar a ética de lado. Atrasos e imperfeições trouxeram o sentimento de “já deu o que tinha que dar” por alguns momentos. Dentro de mais acertos – numa avaliação geral – chegamos à conclusão do curso.

Tecnicamente, o período de 18 meses (gosto de pensar em 14, com os meses não letivos devidamente descontados) abriu várias portas – e não falo apenas de portas no temido mercado de trabalho. Amizades, professores (engrenagem fundamental), cerveja, muito “the zuera never ends”, algumas brigas, decepções e risadas calzabéticas fizeram parte deste ciclo. Se este, na área da Informática, será renovado por uns ou apenas deixado de lado por outros partirá de cada pessoa. Mas algo que não será ignorado por mim, pelo menos, apesar do fim de feira inevitável: ele não foi em vão.

ADEUS 1º, 2º e 3º INFO’S B (2012-2013)! FOI MUITO BOM ENQUANTO DUROU!

P.S.
Escrito em 29/11/2013, ao fim do ciclo Informática.

Por: Not Now Lucas

The following two tabs change content below.

notnowlucas

São Paulo - SP
Formado em Informática e antenado no universo da tecnologia, gosto de escrever sobre tudo que me convier. Possuo um Nokia Lumia 730 e não gosto que caçoem de mim.