Segurar a expectativa, poodle poliglota e batedor de metas | Mais um a meu favor #281
RPNV 2016 #10: quem foi ou não eleito?
AMQCM #54: Hardwired… To Self Destruct (2016), por Metallica | Álbuns
NNL Indica #3: dicas para acompanhar tudo sobre Chespirito e Dragon Ball Super no Brasil
Eventos massa™ #2: Brasil Game Show 2016 | NNL em eventos
O pior porre da minha vida | Casos Pessoais
Janela de dicas #25: como remover o Warsaw completamente do seu Windows | Macetes
Nos Fragmentos do HD #15: os 10 anos do AE KASINÃO
Avulsos #4: Tanglewood para Sega Genesis / Mega Drive | NNL Games
Crunchyroll: saiba como ter acesso Premium+ por 48 horas

Aprendiz, o retorno e demissão "injusta" | Me dê ibagens

#486
#111100110 (binário)
#1E6 (hexadecimal)
#746 (octal)

Ocorreu neste ano, um retorno bastante esperado para um programa da TV Aberta, após anos de certo ostracismo. Roberto Justus, que passou dois anos no SBT sem grandes êxitos e deu início a sua carreira musical, voltou para a Record e, a pedidos, ao comando do programa que o revelou para o cenário nacional: O Aprendiz.

O programa, versão nacional do The Apprentice – versão original apresentada por Donald Trump – foi apresentado por João Doria Júnior nas últimas duas temporadas (7ª e 8ª), voltou justamente com a proposta de ser um retorno. Aprendiz: O Retorno trouxe apenas ex-participantes demitidos das versões anteriores para poderem ter uma segunda chance de trabalhar no Grupo Newcomm (de Justus) e um prêmio milionário.

Iniciado em 01/10/2013, a edição #9 do Aprendiz não vem conseguindo manter a boa audiência consagrantes de edições anteriores, muito devido a lista dos primeiros demitidos vazada na imprensa. Mas um fato botou fogo na atração: em uma prova para promover a cerveja Itaipava, em um quiosque em uma praia do Rio de Janeiro. Eis que, em uma ação de testes, um ator, aparentemente menor de idade, insistiu para comprar bebida em troca do brinde promocional. Evandro argumentou para o menor trazer um adulto para concretizar a compra.

A temida sala de reuniões (exibida na última quarta, 20/11/2013) ficou mais tensa com a revelação do vídeo. Justus, visivelmente decepcionado com a atitude de Evandro – com razão, diga-se de passagem -, teve uma discussão acalorada com este e tomou uma decisão inédita, demitindo-o sem ao menos esperar a segunda parte da sala. O demitido, inconformado, continua insistindo em ausência de culpa, embora não haja muito o que explicar.

Confira o vídeo de Evandro se defendendo da demissão “injusta”

Via
RD1

Por: Not Now Lucas

The following two tabs change content below.

notnowlucas

São Paulo - SP
Formado em Informática e antenado no universo da tecnologia, gosto de escrever sobre tudo que me convier. Possuo um Nokia Lumia 730 e não gosto que caçoem de mim.