O borrão guardião – Sonic in Guardian Rock (Sonic Forces Mods) | Avulsos #53
RPNV 2016 #10: quem foi ou não eleito?
AMQCM #54: Hardwired… To Self Destruct (2016), por Metallica | Álbuns
NNL Indica #3: dicas para acompanhar tudo sobre Chespirito e Dragon Ball Super no Brasil
Eventos massa™ #2: Brasil Game Show 2016 | NNL em eventos
O pior porre da minha vida | Casos Pessoais
Janela de dicas #25: como remover o Warsaw completamente do seu Windows | Macetes
Nos Fragmentos do HD #15: os 10 anos do AE KASINÃO
Avulsos #4: Tanglewood para Sega Genesis / Mega Drive | NNL Games
Crunchyroll: saiba como ter acesso Premium+ por 48 horas

Sede "anti" social, JJ e rebaixamento

#448
#111000000 (binário)
#1C0 (hexadecimal)
#700 (octal)

A situação atual do São Paulo está cada vez pior: dentro de campo, a equipe acumula 10 jogos sem vitória – sendo 8 derrotas e, destas, 7 seguidas – com um futebol pífio, a demissão de Ney Franco e a contratação de Paulo Autuori para assumir o cargo de treinador, quando muitos (inclusive eu) preferisse Muricy Ramalho. Fora dele, na parte da gestão, nada muda muito, com as comprovadas suspeitas de racha no time e momento político lastimável.

Um churrasco, puro e simples, de confraternização – ocorrido no último domingo, 21/07/2013 – entre sócios e torcedores na sede “anti” social (na qual foi transformada), virou o palco das “vias de fato”, com um confronto entre simpatizantes da situação (apoiadas pela torcida organizada Independente) e oposição (simpatizante de Marco Aurélio). Juvenal Juvêncio, presidente do São Paulo, bate boca fortemente contra aqueles que o criticaram, mostrando estar mais beubo™ que de costume seu frágil momento.

Confira a confusão entre JJ e a oposição

A confusão não se resumiu no patético bate boca: há informações de que membros da Independente – pela sua posição de não criticar a presidência do São Paulo – agrediram torcedores como Rodrigo Gastar. A desculpa dada pela organizada é de não aceitar torcedor que canta o hino de outro time (MAC já cantou o hino do Santos) para praticar tais atos inconcebíveis.

Falando como torcedor e como pessoa, eu nunca fui com a cara do Juvenal, nem mesmo quando esteve presente no Tri-Hexa Brasileiro (2006-2007-2008) com Muricy. Acho este cidadão arrogante, beubo™ e completamente desdenhoso. Junto com sua corja (vide Adalberto Baptista e Leco – candidato à sucessão presidência em 2014). É hora de se mostrar uma oposição forte (seja com MAC ou não) para não permitir golpe semelhante com a mudança de estatuto permissiva à segunda reeleição de JJ. Mas, acima de tudo, hora de pensar em como afastar de vez o risco de rebaixamento (ele existe) para ter um fim de temporada razoável e repensar os próximos anos, por um São Paulo novamente forte.

Por: Not Now Lucas

The following two tabs change content below.

notnowlucas

São Paulo - SP
Formado em Informática e antenado no universo da tecnologia, gosto de escrever sobre tudo que me convier. Possuo um Nokia Lumia 730 e não gosto que caçoem de mim.