Demissões, MTV e triste fim | Me dê ibagens

#434
#110110010 (binário)
#1B2 (hexadecimal)
#662 (octal)

Apesar do fim já anunciado há algum tempo por muitos e pela situação que a Abril passa, com a descontinuação de revistas como Capricho UHUL, Contigo AEW e Playboy AÍ NÃO – que devem passar pertencer a Caras -, este momento deveria chegar mais cedo ou mais tarde: a MTV by Abril vai acabar. Com uma programação questionada e cada vez mais enxuta, recheada de reprises, a emissora localizada na Av. Prof. Afonso Bovero, 52 – Sumaré, São Paulo/SP começa o processo de transição.

A Viacom Networks, detentora da marca MTV se prepara para receber de volta a emissora que estreou na TV Aberta em 20/10/1990, para relançá-la, provavelmente, como um canal pago (tenho dúvidas quanto ao sucesso desse rumo) em setembro. A Abril, por sua vez, aproveitaria o atual espaço ocupado pela Music Television para uma nova emissora (também tenho minhas dúvidas) e, para isso, promove demissões periódicas ou não renovações de contrato, como é o caso de PC Siqueira, Chay Suede e Didi Effe, embora tenha recontratado Hermes & Renato.

Confira o vídeo de três dos funcionários despejados – Titi Muller, Juliano Enrico e Pathy DeJeus – onde a primeira não segura a emoção e traduz o triste fim que leva a MTV.

Por: Not Now Lucas

The following two tabs change content below.

notnowlucas

São Paulo - SP
Formado em Informática e antenado no universo da tecnologia, gosto de escrever sobre tudo que me convier. Possuo um Nokia Lumia 730 e não gosto que caçoem de mim.