Excomungado, Contrarreforma e ateísmo | Casos Pessoais

#423
#110100111 (binário)
#1A7 (hexadecimal)
#647 (octal)

A sociedade, moldada a crer em pelo menos uma divindade, oriunda de uma religião, se vale da hipocrisia apoiada em uma crença religiosa quanto ao laicismo e a aceitar toda e qualquer pessoa, independente de sua orientação sexual, sua etnia, suas convicções políticas. Mas, a máscara que cobre há muito tempo teima em permanecer intacta.

Falando pela minha antiga (sim, antiga) religião, o Catolicismo, chego a conclusão que a Contrarreforma ainda não foi eficiente. O recente caso de Padre Beto, excomungado da Igreja Católica por defender o casamento entre homossexuais, mostra como esta instituição religiosa é arcaica e corrupta. Não era surpreendente de se esperar algo de uma religião que permitia a venda de indulgência e tinha a Inquisição (punição severa contra os supostos hereges). Aliás, este tribunal nefasto ainda existe de forma social. Seja pela o fanatismo ou pela intolerância pura e simples, não se aceita que uma pessoa tenha escolhido o caminho do ateísmo.

Aqueles vagos argumentos dizendo “Deus não vai te salvar”, “Deus te ama”, entre outros, são tentativas chulas de converter e reverter o processo do Diabo, segundo estes. Vale ressaltar que ser ateu não é acreditar no Satanás – para isso, existe o Satanismo – é não acreditar em nenhum tipo de divindade. Religiões tornam-se mero conto de fadas, onde tudo terminará feliz se obedecer a um livro profético e um Messias virá ao mundo para salvar apenas os merecedores, se tudo é levado ao pé da letra. Isso acaba desencadeando uma dependência exclusiva em sua crença, enquanto a capacidade própria é subvalorizada.

Atualmente sou ateu por estes e outros motivos, algo semelhante a uma separação e um “saco cheio” de tanta falsidade. Uma boa pessoa não se faz de acreditar em Deus, em Buda, ou em qualquer pessoas, o que importa é o caráter e a ética dela, acima de qualquer religião.

Por: Not Now Lucas

The following two tabs change content below.

notnowlucas

São Paulo - SP
Formado em Informática e antenado no universo da tecnologia, gosto de escrever sobre tudo que me convier. Possuo um Nokia Lumia 730 e não gosto que caçoem de mim.