O achievement mais desafiador de Sonic 3 AIR | Avulsos #60
RPNV 2016 #10: quem foi ou não eleito?
AMQCM #54: Hardwired… To Self Destruct (2016), por Metallica | Álbuns
NNL Indica #3: dicas para acompanhar tudo sobre Chespirito e Dragon Ball Super no Brasil
Eventos massa™ #2: Brasil Game Show 2016 | NNL em eventos
O pior porre da minha vida | Casos Pessoais
Janela de dicas #25: como remover o Warsaw completamente do seu Windows | Macetes
Nos Fragmentos do HD #15: os 10 anos do AE KASINÃO
Avulsos #4: Tanglewood para Sega Genesis / Mega Drive | NNL Games
Crunchyroll: saiba como ter acesso Premium+ por 48 horas

Campeonatos Estaduais: longos, chatos e saturados


#189

Os Campeonatos Estaduais, que já foram charmosos e disputados, se resumem aos times grandes, em seus Estados correspondentes. Eles sofreram muito com o empobrecimento dos times do interior e com o calendário que ainda é deveras apertado. Atualmente, o regulamento e o tempo de duração são os principais fatores que matam os certames regionais.

O pior regulamento é o do Campeonato Carioca (para começar, deveria se chamar Fluminense), com dois turnos, desnecessários nos tempos atuais. Para quê Taça Guanabara e Taça Rio? Disputam-se dois campeonatos “diferentes”, onde quem ganha os dois leva a taça sem ao menos fazer a partida decisiva, onde quase todo o campeonato se resume a jogos na capital fluminense, e só se tem jogos bons (ou nem sempre) entre Botafogo, Flamengo, Fluminense e Vasco, mesmo tendo mais 12 disputando. No primeiro, são 2 grupos com 8 equipes, que jogam entre os membros do grupo. No segundo, os grupos são os mesmos, só que os membros destes jogam com os do outro. Mata-mata só com partidas únicas nos turnos (semi e final) e duas na grande decisão. E ainda dizem que é o mais charmoso do Brasil.

Em 2009, o Campeonato Gaúcho adotou este modelo ridículo de disputa, onde os nomes eram Taça Fernando Carvalho e Fábio Koff (presidentes à época da nomeação, da dupla Grenal) e passaram a se chamar Piratini e Farroupilha, em 2011 (mais conveniente). Este que aumenta as chances de termos algum clube grande na final, ou que este ganhe por antecipação. Também possui 16 equipes. Leia: http://pt.wikipedia.org/wiki/Campeonato_Ga%C3%BAcho_de_Futebol.

O Campeonato Paulista bem que poderia ter o pior regulamento (23 datas), com um torneio onde se sabe que os Corinthians, Palmeiras, Santos e São Paulo, ao longo das 19 rodadas, onde 8 dos 20 participantes se classificam. A fase mata-mata conta com jogos únicos nas fases quartas e semi, e a final com dois jogos. Neste caso, todas as partidas tinham que ser em jogo único, com quartas e semi com equipes de melhor campanha fazendo o jogo em casa e o grande jogo com uma sede fixa (Pacaembu) ou itinerante. Os melhores times do interior que não conseguiram vaga entre o G8 disputam o “Campeonato do Interior”, um torneio só para encher linguiça, mas que “salva” o torneio, com as rivalidades destes clubes, como Comefogo (Comercial x Botafogo), o derby campineiro (Guarani x Ponte Preta), entre outros. Mesmo assim, não tem a mesma visibilidade do mata-mata principal.

O melhor (ou menos pior) é o Campeonato Mineiro. É o único dos grandes estaduais a dar tempo de prepação mínimo para os grandes (Cruzeiro e Atlético/MG) entrarem bem. São 12 equipes e 15 datas de disputa (8 a menos que o Paulista). Só que sofre com o mesmo problema dos outros certames: um campeonato paralelo entre os times pequenos ou do interior e outro ente Raposa e Galo, fazendo quase sempre 3 partidas (1 na primeira fase e 2 pela final).

Os Estaduais principais estão muito óbvios, longos (até 4 meses), chatos (com emoção apenas em clássicos) e saturados (os mesmos times ganham). O jeito seria fazer campeonatos mais curtos (2 meses) ou campeonatos paralelos entre os não-grandes, onde os grandes só entrariam na fase para valer. Senão, o fim destes simpáticos torneios seria uma das soluções para um calendário mais digno para o futebol brasileiro.

The following two tabs change content below.

notnowlucas

São Paulo - SP
Formado em Informática e antenado no universo da tecnologia, gosto de escrever sobre tudo que me convier. Possuo um Nokia Lumia 730 e não gosto que caçoem de mim.