Conserto, perda de chip e Controle | Casos Pessoais


#162

O acidente do dia 20/12/2011, com um poste (Post #136 http://notnowlucasnnl.com.br/2012/01/11/fotos-do-acidente-do-dia-20-12-2011/ e Post #118 http://notnowlucasnnl.com.br/2011/12/20/acidente-post-e-flexivel-de-freio/) rendeu um flexível de freio quebrado e o LCD do meu Nokia 2730 Classic, idem.

Estava relutante quanto ao conserto, porque seria praticamente metade do preço de se comprar um novo do mesmo modelo ou semelhante. Mas como pensei que poderia dar na mesma, resolvi fazer o orçamento.

Foi na PLL Moema, onde o número de telefone simplesmente não era atendimento, além do fato da atendente ter errado três itens do meu cadastro. Um beco sem saída ou eu pagava R$ 15 pela recusa ou R$ 80 pelo conserto (com mão de obra inclusa).

Paguei o conserto, saí da assistência autorizada da Nokia e, quando estava perto do ponto de ônibus, meu chip da Vivo caiu. Fiquei procurando nas proximidades do Shopping Ibirapuera, e nada. Tudo graças a tampa do N73 e do suporte do SIM, que está quase quebrado. Me senti a mulher do “Pedro, cadê meu chip?”.

Tive então que bloquear a linha para tentar pegar outro chip com o mesmo número. Mas como já pensava na possibilidade de pegar um plano Controle (porque gastaria R$ 25/mês em recargas), peguei o 36 da Vivo, que promocionalmente custa R$ 26,90 por 6 meses. Acabei, então, não pegando o mesmo número.

Com todos estes fatos (tela consertada, perda de chip, primeira conta a pagar), penso na possibilidade de vender o 2730 e pegar outro celular. Mas, por enquanto, vou ficar com ele.

A foto do celular com LCD “nova em folha”.

Como "novo"

The following two tabs change content below.

notnowlucas

São Paulo - SP
Formado em Informática e antenado no universo da tecnologia, gosto de escrever sobre tudo que me convier. Possuo um Nokia Lumia 730 e não gosto que caçoem de mim.