Hits, Carnaval e Vou Não | Me dê ibagens


#156

O “Me dê ibagens” de hoje vai relembrar hits dos últimos tempos. Muitos deles que fizeram a alegria da balbúrdia do Carnaval atual. Hits bem para festas deste tipo, sem cuidado com a música, apenas colocando poucas letras. Vamos à eles.

Minha Mulher Não Deixa Não (conhecida como Vou Não) – Reginho e Banda Surpresa. Hit que começou a estourar no fim de 2010, a música fala sobre um cara que não tem permissão da mulher para fazer nada. O clipe é amador e ridículo, e a música se encaixou bem, sem contar que as pessoas começam a dançar do nada.

Vou Sim, Quero Sim, Posso Sim, Minha Mulher Não Manda Em Mim – Los Borrachos. Resposta à Vou Não, de 2010, onde temos um cara que não se importa com as proibições da mulher.

Saia e Bicicletinha – Aviões do Forró. Mexendo com a sexualidade masculina, esta música é vergonha alheia. A exposição destes “sentimentos” foi longe demais. Embora alguns marmanjos queiram saber a cor da calcinha.

Liga da Justiça – Leva Noiz. De 2010, a música foi hit do Carnaval de 2011. A falta de métrica e de sentido da música faz com que eu me pergunte: por quê?

Rebolation – Parangolé. Rebolation é um tipo de dança de música eletrônica. Só que a banda fez uma versão muito nada a ver deste estilo. Mas virou hit do Carnaval de 2010.

Ai Se Eu Te Pego – Michel Teló. Hit do fim de 2011 e pelo menos deste início de 2012, esta música não tinha muita coisa de boa (e não tem). Duvidei da capacidade dela, mas ela chegou até longe demais, sendo dançada por nomes como Cristiano Ronaldo e Rafael Nadal. E, por incrível que pareça, é sucesso no mundo todo.

The following two tabs change content below.

notnowlucas

São Paulo - SP
Formado em Informática e antenado no universo da tecnologia, gosto de escrever sobre tudo que me convier. Possuo um Nokia Lumia 730 e não gosto que caçoem de mim.