Semana de provas, catracas e autoritarismo

O autoritarismo da GV está deixando os alunos desnorteados. Dois exemplos são a semana de provas e as catracas.

A semana de provas foi criada para padronizar o jeito de dar as provas de fim de semestre na escola. Pois sempre acontecia de os professores dizerem que não dariam prova em um dia que teria outra(s). Mas sempre marcavam duas ou três provas para o mesmo dia (isso só no Médio).

O problema mesmo é que as provas começam às 7h45, mas, segundo informações, foi determinado para que os alunos cheguem até às 7h00. Por que chegar 45 minutos antes? Por que não deixar chegar até às 7h30 no mínimo? Isto se chama autoritarismo.

As catracas são um sistema para dar a segurança que os alunos precisariam, já que os guardas parecem não ser capacitados para tal proteção, pelo menos é a impressão que nos dá. Mas há alguns problemas: a maioria dos alunos foi contra a colocação das mesmas. O sistema é falho, sempre trava. E atrasa muito os alunos na hora do intervalo, já que muitos lancham fora da escola.

Poderiam usar melhor o dinheiro arrecadado pela Associação de Pais e Mestre da GV. Por exemplo, para a manutenção dos tetos, que estão com diversas infiltrações, para dar um local digno e pagar bons enfermeiros para quase inutilizada enfermaria. Mas usaram para uma coisa bem mais importante: prender alunos dentro da escola, fazendo-os se sentirem em uma prisão.

Veja estes vídeos editados:

Espero que o(a) próximo(a) diretor(a) acabe com esta ditadura imposta na escola, com a herança deixada pelo diretor anterior deposto.

The following two tabs change content below.

notnowlucas

São Paulo - SP
Formado em Informática e antenado no universo da tecnologia, gosto de escrever sobre tudo que me convier. Possuo um Nokia Lumia 730 e não gosto que caçoem de mim.